ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • FIP
  • REDES

    • TTF Brasil

Conheça a Copa dos Refugiados

24/06/2014

Idealizada no início de 2014, a COPA DOS REFUGIADOS é um evento com muitas cores e facetas.

Em primeiro lugar, porque vem sendo organizada por estrangeiros, refugiados no Brasil, procedentes de países bem diversos. Todos eles vieram para o Brasil para protegerem-se de situações de guerra ou de perseguições injustas, mas aqui querem celebrar sua diversidade e a força para seguirem adiante!

 Em segundo lugar, a organização e realização da COPA está promovendo a convivência alegre e o empoderamento dos grupos, além da dismistificação de esteriótipos da imagem do refugiado no Brasil e no mundo.

A COPA DOS REFUGIADOS é apoiada pela Agência das Nações Unidas para Refugiados - ACNUR (www.acnur.org/t3/portugues e www.facebook.com/AcnurAmericas) e pela Caritas Arquidiocesana de São Paulo - entidade de referência na atenção a refugiados em São Paulo há mais de três décadas (www.caritassp.org.br e www.facebook.com/pages/Caritas-Arquidiocesana-de-S%C3%A3o-Paulo/396806777037301?fref=ts).

Organizações parceiras da Caritas e do ACNUR já estão aderindo também!

O evento será realizado em três etapas:

I - ABERTURA - 28/06 - 10:30 às 12:30 - Pastoral do Migrante (Rua do Glicério, 225, Liberdade, São Paulo): reunião com capitães dos times, sorteio dos jogos, show com hino/rap da COPA e jogo, com a participação de representantes dos 16 times inscritos na COPA, refugiados organizadores da COPA e artistas. 

II - PRIMEIRA FASE DOS JOGOS - 05/07 - 8:00 às 17:00 - Comunidade Esportiva Novo Glicério (Rua Frederico Alvarenga, 391, Região Central, São Paulo): 1o dia da COPA DOS REFUGIADOS, com realização de 8 jogos (oitavas de final), com a participação de jogadores dos 16 times. III - SEGUNDA FASE DOS JOGOS - 06/07 - 8:00 às 17:00 - Comunidade Esportiva Novo Glicério:  2o dia da COPA DOS REFUGIADOS, com realização de 7 jogos (quartas, semi-finais e final), apresentações culturais e outras atividades e com a participação de  jogadores dos 16 times, torcidas, artistas e voluntários.

O local de realização dos jogos é mais conhecido como Campo da Tia Eva e ela é uma outra figurinha colorida de São Paulo (Veja: https://www.youtube.com/watch?v=qUKi4ampRwo&feature=kp). 


O VALOR ARRECADADO SERÁ CONVERTIDO NO PAGAMENTO DOS UNIFORMES DAS EQUIPES E NA COMPRA DE MATERIAL PARA O EVENTO.

TRATA-SE DE UMA CAMPANHA FLEXÍVEL!

 

A todos os AMIGOS DA COPA, a equipe organizadora da enviará o poster da COPA, com a foto oficial feita no dia do evento!

A demanda principal da arrecadação, hoje, refere-se à  confecção dos uniformes dos times, à compra de chuteiras e de bolas.

A meta deste projeto está baseada no valor do primeiro item somente (acrescido das taxas de administração do site). Caso este valor seja superado, o excedente será destinado ao subsídio dos demais itens.

Segundo orçamento prévio, feito em consulta a três confecções especializadas e populares de São Paulo (Uniformes Gismar – 3831 4647 e Mercadão do Esporte – 3322 0300), cada conjunto de uniforme (01 camiseta, um calção, um meião) terá um custo de R$ 50,00.

Segundo pesquisa de preço de chuteiras básicas, indicado abaixo, estima-se um custo individual máximo de R$ 70,00:

Segundo pesquisa de preço de bolas de futebol, estima-se um custo de individual de cerca de R$ 40,00:

Sendo necessários 160 uniformes, 160 pares de chuteira e 10 bolas de futebol, chega-se ao seguinte orçamento final do PROJETO:

- 160 UNIFORMES - R$ 50,00 cada - R$  8.000,00

- 160 CHUTEIRAS - R$ 70,00 cada - R$ 11.200,00

- 10 BOLAS          - R$ 40,00 cada - R$     400,00

        TOTAL                                    R$ 19.600,00

A arrecadação de valores está sendo administrada pela Caritas Arquidiocesana de São Paulo.


A equipe organizadora da COPA DOS REFUGIADOS é muito diversa: há pessoas vindas do Iraque, Congo, Nigéria, Camarões, Síria, Cuba, Bangladesh etc. A única mulher do grupo é muçulmana e trabalha em total harmonia com os dois músicos, o dono de uma lan house e o mestre em tecnologia da informação que fazem parte da equipe!

O grande grupo de coordenação envolve ainda brasileiros e mais uma pitada de forasteiros: um cineasta georgeano e outro israelense dão um toque final às cores do projeto.

Cristãos, judeus, muçulmanos e evangélicos trabalham ombro e ombro, contando com o apoio da Caritas Arquidiocesana de São Paulo e com o ACNUR Brasil. As duas entidades fazem parte da rede de proteção aos refugiados no Brasil, a qual também envolvem outras grandes e muitas pequenas organizações, há muito sensibilizadas pela causa dos refugiados.

VEJA VÍDEO DO PROJETO

 

PALAVRAS-CHAVE

  • PROJETOS

    • Fórum Social Mundial

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca