ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • União Europeia
  • REDES

    • MCCE

Site oferece ferramentas para cobertura sobre desmatamento na Amazônia brasileira

11/08/2014

Com o objetivo de oferecer aos veículos de comunicação de todo o Brasil ferramentas que facilitem a investigação de questões prioritárias para a preservação dos recursos naturais na região amazônica, o site "Mídia e Desmatamento na Amazônia”, desenvolvido pelas organizações ANDI - Comunicação e Direitos e Aliança pelo Clima e Uso da Terra (CLUA), chega para dividir propostas, declarações e informações sistemáticas sobre o tema.

O projeto prevê a elaboração de análises quantitativas e qualitativas do noticiário que veículos de todo o país produzem sobre o caso, o diálogo com as redações jornalísticas para apoiar pautas estratégicas com foco no desmatamento, além de ampliar a visibilidade de propostas ao combate ao desmatamento presentes nos planos de governo dos candidatos à Presidência da República e aos governos dos estados da região amazônica.

Para isso, o site disponibiliza informação contextualizada, facilitando a participação política dos cidadãos; fiscaliza e cobra a promoção de direitos; constrói uma agenda de debates plural; e investiga a atuação do Estado brasileiro e suas políticas públicas. "De forma a colaborar para que os governantes (e também o setor privado e a sociedade civil) sejam mais responsáveis e transparentes com relação aos processos de formulação, execução e avaliação de ações e programas”, indica o projeto.

O jornalista Marco Gonçalves, editor do "Mídia e Desmatamento na Amazônia”, em entrevista à Adital, destaca a importância do tema na atualidade: "O desmatamento é uma das faces perversas do modelo de desenvolvimento e, no fundo, é isso que o site tenta mostrar aos jornalistas. O objetivo maior é ‘problematizar’ o modelo de desenvolvimento para a Amazônia, uma região enorme, mais da metade do país”, afirma.

Segundo ele, sem a ajuda de financiamento e políticas oficiais, a região pode se converter no que é hoje a Mata Atlântica. "Uma região ecológica em estágio avançado de degradação ambiental, com mananciais poluídos ou superexplorados. Os ganhos dessa exploração ficam concentrados com poucos e os prejuízos sempre para os que não podem influenciar diretamente os rumos do desenvolvimento”, aponta.

Nesse sentido, o site é um esforço para auxiliar o debate público sobre o desenvolvimento na Amazônia, por meio da mídia. "Uma das coisas que fazemos de modo sistemático é acompanhar as políticas públicas para a região e, quando o tema tem o apelo necessário para se transformar em notícia, buscamos repórteres e oferecemos não apenas a sugestão de pauta como apoio complementar, como acesso às melhores fontes”, observa Gonçalves.

Acesso a dados é fundamental

Ele aponta que, embora hoje a taxa de desmatamento na região esteja baixa, comparando com a série histórica, os vetores que levam ao desmatamento continuam bastante ativos. "Uma coisa importante é que o plano de controle do desmatamento do governo federal foi sendo gradativamente enfraquecido nessa gestão. Muitos especialistas acham que pode haver retrocessos e a taxa subir de novo”, ressalta.

De acordo com o editor do site, desde os anos 1990, a produção científica produzida sobre o tema é abundante. Contudo, a informação não tem sido suficientemente disseminada. "Os produtores de informação, digamos assim, sabem que a informação precisa circular amplamente para poder influenciar o debate público e os tomadores de decisão. O difícil é, exatamente, ter espaços para comunicar essas informações a setores mais amplos da sociedade. De certa forma, o site visa contornar essa dificuldade”, explica.

SERVIÇO

www.desmatamentonaamazonia.andi.org.br

Fonte: Edital

 

PALAVRAS-CHAVE

  • PROJETOS

    • Projeto Sociedade Civil Construindo a Resistência Democrática

Rua General Jardim, 660 - Cj. 81 - São Paulo - SP - 01223-010
11 3237-2122
abong@abong.org.br

design amatraca