ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • União Europeia
  • REDES

    • Plataforma MROSC

A SEAE convida para exibição exclusiva do documentário “A Lei da Água” no dia 13/12

05/12/2014

Muitos de nós sabem que o Código Florestal aprovado em 2012 autorizou mudanças importantes no que diz respeito à conservação das florestas. O que talvez não saibamos, é como essas mudanças influenciam na existência de cursos d’água, rios, nascentes e mananciais. Entender como e por que a Lei que hoje regula o uso das matas tem a ver com a oferta de água nas cidades foi a tarefa do diretor André D’Elia, que ouviu desde políticos a proprietários rurais para entender as contradições de uma Lei que contribui diretamente para a escassez de água, declínio da biodiversidade e da produção de alimentos no Brasil.

“A Lei da Água”, que tem estréia marcada para abril de 2015, terá pré estréia exibida pela SEAE no sábado dia 13/12, trazendo  para o público um conteúdo revelador e de altíssima qualidade, na esperança de que cada espectador se torne um vetor das informações ali apresentadas, e, munido destas, ajude a exercer seu papel cidadão na proteção e garantia do acesso à recursos vitais para a vida em sociedade e manutenção da natureza, como é o caso da água. Assista ao trailer AQUI.

É sabido que em só em São Paulo, a má gestão dos recursos hídricos e o nível em queda de TODOS os reservatórios têm levado à necessidade da busca por água em regiões mais preservadas, como é o caso de São Lourenço da Serra e similares. No entanto, a própria Lei que deveria garantir a sustentabilidade deste recurso através de mecanismos de proteção, expõe falhas que colocam por terra princípios básicos para uma adequada gestão da água.

Entender o que mudou entre o antigo e o novo Código Florestal em relação à questão de forma clara e simples é uma das contribuições que o filme traz, além de depoimentos de especialistas, advogados, parlamentares, ruralistas, ambientalistas e agricultores que trazem à tona equívocos sobre os quais todos os brasileiros terão de se debruçar nos próximos anos para garantir a continuidade de atividades econômicas, políticas, comerciais e industriais dependentes da água.

SERVIÇO:
13 Dezembro • Sábado • 15 horas
Duração: 1h20 + Debate/Roda de conversa

Local: CID SEAE
Estrada Professor Cândido Mota Filho, 286 - Embu das Artes - SP

Fonte: SEAE

 

PALAVRAS-CHAVE

  • PROJETOS

    • Novos paradigmas de desenvolvimento: pensar, propor, difundir

Rua General Jardim, 660 - Cj. 81 - São Paulo - SP - 01223-010
11 3237-2122
abong@abong.org.br

design amatraca