ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • União Europeia
  • REDES

    • Plataforma MROSC

ISPN realiza oficina sobre agroindústrias comunitárias de polpas de frutas e acesso aos mercados formais

16/12/2014

Nos dias 10 e 11 de dezembro de 2014 o ISPN realizou a Oficina Agroindústria Comunitária de Polpa de Fruta: Acesso aos mercados formais. Durante a oficina foram apresentadas as principais normas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), referente à produção de alimentos, com foco especial em beneficiamento de polpa de frutas.

A oficina também foi um momento de reflexão que serviu para advertir os empreendimentos sobre os demais entraves burocráticos que enfrentam para sua regularização. Segundo Luis Carrazza, organizador do evento e secretário executivo da Central do Cerrado, “o registro sanitário, como os demais processos burocráticos, faz parte de um processo de amadurecimento do empreendimento, e não é o principal entrave. Apesar disso, os empreendimentos perdem tempo e gastam recurso quando ainda não estão preparados para regularização da produção”.

Ainda segundo Luis, os principais entraves são planejamento e mercado. “Nesse sentido, cada empreendimento precisa encontrar o seu caminho, pois são muitas as questões relacionadas aos processos internos dos empreendimentos, desde a produção, processamento e mercado”.

Também foi discutido que o mercado formal traz muitos riscos para os gestores, pois estão sujeitos aos diversos aspectos administrativos dos empreendimentos (fiscais, sanitários e ambientais). Foi comentado que pouquíssimas unidades de beneficiamento comunitárias operam com mais de 50% da sua capacidade operacional, o que gera uma grande ociosidade e prejuízo. No caso dos empreendimentos cuja matéria-prima é essencialmente oriunda do extrativismo, a safra é determinante para o dimensionamento do empreendimento.

Os grupos comunitários também tiveram a oportunidade de realizar duas visitas de intercâmbio, onde conheceram a agroindústria de polpa de frutas, FrutaSã, que foi apresentada pelo seu gerente, MaykArruda. Mayk fez um resgate histórico do processo de amadurecimento da fábrica, apresentou a estrutura e os procedimentos que foram adotados para o registro da fábrica e das polpas junto ao Ministério da Agricultura – MAPA.

No período da tarde foi realizada visita à comunidade rural da Solta, onde a Associação dos Pequenos Agricultores Bezerra de Morais – ABM executa o seu segundo projeto PPP-ECOS (BRA/13/27). Na visita à comunidade conhecemos a unidade de beneficiamento de Polpa de Frutas e a Casa de Mel da ABM. Nas duas visitas fomos muito bem recebidos com doces, salgados e polpas de frutas típicas da região, como o açaí, bacaba e buriti.

Acesse aqui as apresentações sobre legislação sanitária para agroindústrias comunitárias e sobreregularização de empreendimentos comuitários.

Acesse também a lista de participantes da oficina.

Clique aqui para baixar as fotos da oficina.

Fonte: ISPN

 

PALAVRAS-CHAVE

  • PROJETOS

    • Informação, formação e comunicação em favor de um ambiente mais seguro para a sociedade civil organizada

Rua General Jardim, 660 - Cj. 81 - São Paulo - SP - 01223-010
11 3237-2122
abong@abong.org.br

design amatraca