ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • FIP
  • REDES

    • Mesa de Articulación

Foco no combate à expansão da mineração

24/02/2015

Alternativa minning

Na última semana, o Ibase esteve presente em dois eventos na Cidade do Cabo, na África do Sul: Alternative Minning Indaba e Grupo de Referência do Diálogo dos Povos. Ambos tinham como foco a ampliação e o fortalecimento de movimentos sociais que, embora com estratégias múltiplas, têm muito o que somar uns aos outros em diferentes lutas pela garantia de direitos e pela construção de novos movimentos que enfrentem o crescimento abusivo da atividade mineradora.

Alternative Mining Indaba é uma iniciativa de um conjunto de organizações sociais, muitas de base de Igreja, para estimular a troca de experiências e a mobilização entre entidades e movimentos que atuam na defesa de comunidades atingidas pela mineração. O encontro acontece anualmente, paralelamente a um grande evento na cidade que reúne as principais mineradoras que exploram recursos naturais no continente africano.

Desde 2014, com apoio da AIN, organizações brasileiras, entre elas o Ibase, participam do encontro. “Articulamos nossa participação este ano com os companheiros do Diálogo dos Povos na África. Nossa participação se fortaleceu este ano e Mathews Hlabane, um dos principais articuladores do Movimento de Comunidades Afetadas pela Mineração (MACUA), que também integra o Diálogo dos Povos, foi um dos principais oradores do encontro – contou Moema Miranda, do Ibase, que representou o Ibase em ambos os encontros.
alternativa minning1

Segundo Moema, esta participação permite que o Ibase, que atua fortemente na área de combate à expansão da exploração mineradora no Brasil e é integrante do Comitê Nacional em Defesa dos Territórios Frente à Mineraçãofortaleça a articulação com outros movimentos africanos. Trata-se também de uma oportunidade de conhecer mais de perto iniciativas de resistência à mineração em curso na África. Além do Ibase, o Brasil esteve representado por Frei Rodrigo, do Serviço Inter-Franciscano de Justiça, Paz e Ecologia, Maria Julia Andrade e Márcio Zonta, do Movimento Atingidos Mineração (MAM). Ano passado, este movimento recebeu ativistas africanos para uma visita de intercâmbio e articulação de estratégias de luta, visitando também ao empreendimento de Carajás, no Pará, um dos mais polêmicos do país.

O Grupo de Referência do Diálogo dos Povos contou também com uma reunião para aprofundar a definição da estratégia e plano de ação para 2015, que inclui a participação no Fórum Social Mundial, na Tunísia, em março, e na COP 20, em Paris, em dezembro, além de uma visita de intercâmbio. O Diálogo dos Povos, do qual o Ibase é integrante tem como objetivo construir uma metodologia de diálogo entre organizações, redes e movimentos sociais e pensar perspectivas para novas forma de articulação de lutas.


Fonte: IBASE

Fotos: Corruption Watch Connected

 

PALAVRAS-CHAVE

  • PROJETOS

    • Observatório da Sociedade Civil

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - CEP: 01223-010 - Tel.: 11 3237-2122

Horário de funcionamento do escritório: segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 19h

design amatraca