ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Pão Para o Mundo
  • REDES

    • TTF Brasil

Paralapracá e Maceió juntos na produção de currículo da Educação Infantil

27/02/2015

Paralapracá e Maceió juntos na produção de currículo da Educação Infantil

O legado do Paralapracá não para de crescer em Maceió, assim como em outras cidades onde o projeto aportou. Na capital alagoana, onde o projeto foi implementado em 30 das 56 escolas da rede municipal, o impacto de suas inovações criou uma mobilização por um currículo para Educação Infantil que ganha em força e forma. A Semana Pedagógica, iniciada no dia 23 de fevereiro, faz parte da nova etapa de construção desse objetivo inovador, que busca criar uma cultura de valorização da ludicidade como meio de alcançar um currículo norteador das práticas pedagógicas. Para tanto, até mesmo sessões de cinema para assistir filmes que abordem o tema fará parte da Semana.

A sessão de cinema acontece no segundo dia do evento, na terça-feira (24), com a exibição do filme Tarja Branca. O documentário se utiliza do depoimento de adultos para demonstrar a pluralidade do ato de brincar, a importância da ludicidade na vida do ser humano e a possibilidade de se relacionar com a criança que mora dentro de cada um. Ao final do filme, um debate com a psicóloga Giovanna Chaves aprofundará os temas trazidos pelo documentário.

De acordo com a diretora do departamento de Educação Infantil da Secretaria Municipal de Educação (Semed) de Maceió, Angelina Araújo, em todas as atividades da Semana Pedagógica haverá um convite à reflexão da prática pedagógica voltada para a formação de uma nova cultura que acolha a importância de se pensar a Educação Infantil, por meio das palestras e debates propostos a cada encontro.

Dessa forma, a Semana Pedagógica dá sequência ao processo de construção do currículo para esse segmento, iniciado em 2014. Nela está sendo disseminado o conhecimento acumulado no ciclo de oito seminários, que foram sistematizados num documento, ainda em fase de conclusão.

Os seminários de 2014 contaram com profissionais de renome como a coordenadora Geral de Educação Infantil do Ministério da Educação (MEC), Rita Coelho; a consultora das Diretrizes Curriculares para a Educação Infantil, Zilma de Oliveira e a doutora em educação e professora da Universidade Federal de Alagoas, Lenira Haddad, entre outros.

A expectativa é que o documento esteja finalizado em abril. A partir daí, uma série de oficinas de formação serão realizadas durante o segundo semestre com o objetivo de preparar o professor e os gestores para a implantação do novo currículo de Educação Infantil do município, já em 2015.

Força propulsora

Para Angelina Araújo, a revolução pela qual a Educação Infantil está passando em Maceió teve uma força propulsora e ela não tem dúvida em apontar de onde surgiu. “O Paralapracá foi quem impulsionou tudo isso, trazendo uma gama de informações que nos levou a transpor o nosso campo de experiência e nos orientou no sentido de buscar a construção de algo novo”, conta Angelina Araújo.

A proposta do novo currículo, inspirado nas orientações do Paralapracá, está alinhado com as Diretrizes Curriculares Nacionais de Educação Infantil (DCNEI) e propõem o incentivo à exploração das diversas linguagens, incluindo as abordadas no projeto  como, brincadeiras, artes visuais, literatura, música, organização do ambiente e exploração do mundo. Propõe também ações pedagógicas que façam sentido para as crianças, permitindo que elas possam questionar o mundo à sua volta e compreender as relações sociais nas quais se inserem.

O projeto Paralapracá, que é uma frente de trabalho do programa Educação Infantil do Instituto C&A, tem por objetivo contribuir para a melhoria da qualidade do atendimento às crianças na educação infantil, com vistas ao seu desenvolvimento integral. Dentro deste espírito, o projeto Paralapracá foi concebido para atuar em duas linhas de ação complementares: a formação continuada de profissionais da educação e o acesso a materiais de qualidade, tanto para as crianças quanto para os professores.

O projeto se desenvolve em aliança com secretarias municipais de educação e é implementada em parceria técnica com a Avante – Educação e Mobilização Social, de Salvador (BA). Integram o segundo ciclo do projeto cinco municípios: Camaçari (BA), Maceió (AL), Maracanaú (CE), Natal (RN) e Olinda (PE).

Semana Pedagógica

A Semana foi iniciada na segunda (23 de fevereiro), quando uma reunião de gestão, na sede da Semed, deu orientações pedagógicas para o ano de 2015 com o objetivo de trabalhar o espaço, os materiais e os mobiliários numa relação com a rotina da escola. A abertura aconteceu com uma oficina sobre organização do ambiente, com a pedagoga Thainy Lira, em uma abordagem curricular no modelo High Scope. A proposta foi desenvolvida na década de 60 especificamente para a educação infantil e consiste em um sistema aberto de ideias e práticas educacionais baseado no desenvolvimento espontâneo e aprendizagem ativa das crianças.

Na terça-feira (24), uma novidade: uma sessão de cinema com a exibição do filme Tarja Branca. Na quarta (25) os coordenadores pedagógicos das escolas com base nas orientações dadas nos dias 23 e 24 deverão organizar internamente o planejamento para o ano de 2015, juntamente com os professores e os demais atores que compõe o coletivo das instituições. O planejamento terá continuidade na semana de 02 a 06 de março.

Na quinta-feira (26) acontece um seminário com a consultora Lenira Haddad para a definição dos campos de experiência que comporão as orientações curriculares para Educação infantil. Nesse dia o encontro será realizado com os gestores, coordenadores e oito representantes dos professores – um para cada região administrativa da cidade – para a complementação do documento que traça as diretrizes do currículo.  O último dia da Semana (27) será dedicado ao Seminário de Abertura da Formação Continuada 2015.

Para Angelina Araújo, a inclusão do processo de construção do currículo para Educação Infantil na Semana Pedagógica, um evento anual que faz parte da preparação das escolas para o ano letivo, foi uma medida importante. “Ao focar no currículo, entendemos que todas as ações serão fundamentadas e articuladas para um único objetivo, o desenvolvimento e aprendizagem da criança, pois ela estará no centro de todas as atividades”, concluiu.

Professores no cinema

O envolvimento na construção do currículo segue com a participação dos professores, que também terão a oportunidade de compartilhar da experiência cinematográfica vivenciada pelos coordenadores pedagógicos e técnicos da secretaria. Nos dias 2 e 3 de março, os professores da Educação Infantil  assistirão ao documentário Tarja Branca, já nos dias 04, 05 e 06 de março será vez dos professores do Ensino Fundamental. A ação é desenvolvida com o intuito de colaborar com um alinhamento na implementação do currículo nas instituições da rede.

Fonte: AVANTE

 

PALAVRAS-CHAVE

  • PROJETOS

    • Informação, formação e comunicação em favor de um ambiente mais seguro para a sociedade civil organizada

Rua General Jardim, 660 - Cj. 71 - São Paulo - SP - 01223-010
11 3237-2122
abong@abong.org.br

design amatraca