Criminalização Burocrática: estratégias político-jurídicas, neoliberalismo e a atuação das organizações da sociedade civil.

Baixe Aqui!
Criminalização Burocrática:
estratégias político-jurídicas, neoliberalismo e a atuação das organizações da sociedade civil
PORTUGUES
¡Descarga Aquí!
Criminalización Burocrática:
estrategias político-jurídicas, neoliberalismo y la actuación de las organizaciones de la sociedade civi
ESPANOL
Download Here!
Bureaucratic Criminalization:
political-legal strategies, neoliberalism and the procedure of civil society organizations
ENGLISH
Saiba mais

Criminalização Burocrática: estratégias político-jurídicas, neoliberalismo e a atuação das organizações da sociedade civil.

Este relatório, como parte do projeto maior da Abong, assume a criminalização burocrática como o seu centro de análise e investigação. Desta forma, apresentamos aqui uma parte da atividade que o GT Jurídico da Abong desenvolve, contribuindo para uma análise global sobre violações de direitos de OSCs e de ativistas. Contudo, para além de um diagnóstico dos processos de descumprimento de direitos, este trabalho se apresenta também como uma ferramenta para atuação e incidência política.

Inscreva-se e confira o relatório!

Este informe, como parte del proyecto más amplio de Abong, asume la criminalización burocrática como sucentro de análisis e investigación. Así, presentamos aquí una parte de la actividad que desarrolla el GT Legal de Abong, contribuyendo a un análisis global sobre las violaciones de los derechos de las OSC y los activistas. Sin embargo, más allá de un diagnóstico de los procesos de violación de derechos, este trabajo también se presenta como una herramienta de incidencia política.

¡Suscríbete y consulta el informe!

This report, as part of Abong’s larger project, takes bureaucratic criminalization as its center of analysis and investigation. In this way, we present here a part of the activity that Abong’s Legal WG develops, contributing to a global analysis of violations of rights of CSOs and activists. However, in addition to a diagnosis of the processes of non-compliance with rights, this work is also presented as a tool for action and political advocacy.

Sign up and check out the report!

 

Saiba mais

Caminhos para um desenvolvimento justo – A sociedade civil na linha de frente da luta sociomabiental

Qual a relação entre a falta de água em São Paulo e um projeto de manejo de castanha no Pará? E o que tem a ver o uso abusivo de agrotóxicos nas lavouras de Mato Grosso com as cisternas que matam a sede no sertão do Piauí? Mais importante: o que essas questões de fundo ambiental têm a ver com você?
O Observatório foi conhecer iniciativas de movimentos e organizações da sociedade civil de todo o país que estão produzindo impactos efetivos na sociedade, promovendo justiça social e a convivência harmônica com o meio ambiente. Em quatro reportagens, veem-se os contornos de novos modelos de desenvolvimento, que deixem de lado o consumismo e valorizem a democracia, a participação social e o saber local.

Download “livronovosmodelosobs.pdf” livronovosmodelosobs.pdf – Baixado 2669 vezes – 7 MB

Saiba mais

Fórum Social Mundial 2015: Processo do Coletivo Brasileiro Rumo à Tunísia

Entre os dias 24 e 28 de março de 2015, realizou-se em Túnis, capital da Tunísia, mais uma edição do Fórum Social Mundial (FSM). Cerca de 45.000 ativistas de 4.400 organizações e movimentos de mais de 120 países marcaram presença no FSM, reforçando o apoio ao povo tunisiano em sua luta contra forças conservadoras e antidemocráticas que ameaçam o fortalecimento da democracia nesse país. A delegação brasileira, a maior vinda da América Latina, destacou-se pela sua diversidade. O Coletivo Brasileiro rumo ao FSM 2015 na Tunísia foi responsável pela organização de um total de mais de 200 pessoas, representando cerca de 100 organizações e movimentos de todo Brasil e dos mais diversos segmentos. Esta publicação traz um relato das atividades centrais feitas no marco do projeto que permitiu a participação dessa diversidade de atores e atrizes, bem como fotos e documentos relativos às múltiplas articulações nas quais a sociedade civil brasileira está envolvida internacionalmente.

Saiba mais

Lei 13.019/2014: Fortalecer a sociedade civil e ampliar a democracia

Lançada pela Plataforma por um Novo Marco Regulatório para as Organizações da Sociedade Civil, a cartilha traz um histórico da aprovação da lei 13.019/2014 e dicas para a adaptação das OSCs às novas exigências. Além disso, o material produzido pela equipe do Observatório da Sociedade Civil traz também os pontos prioritários da Plataforma para novas mudanças legislativas, entre elas a criação de fundos de fomento para pequenas organizações, simplificação tributária para OSCs e a criação de mecanismos de incentivo para doações individuais.

Saiba mais

Estudio Regional sobre mecanismos de financiamento de las organizaciones de la sociedad civil en América Latina

A partir de três estudos sub-regionais sobre mecanismos de financiamento, se realizou uma leitura abrangente e inclusiva, buscando identificar aspectos comuns das três sub-regiões e perspectivas individuais. Se trata, então, de um estudo de caráter essencialmente qualitativo, comparativo e também distintos contextos sub-regionais. Através do estudo regional, a aspiração é poder contribuir com algumas pistas para a geração de novas estratégias de financiamento para organizações da sociedade civil na América Latina.

Download “Estudio-Mecanismo-Financiamiento.pdf” Estudio-Mecanismo-Financiamiento.pdf – Baixado 2019 vezes – 1 MB

Saiba mais

El rol de las ONG en América Latina: los desafios de un presente cambiante

Com esta investigação, se busca identificar os desafios e as oportunidades para as Organizações Não Governamentais (ONGs) da América Latina e do Caribe que derivam das mudanças em curso na região, assim como as respostas inovadoras que se desenvolvem desde diversos âmbitos das sociedades civis latinoamericanas. Desta maneira, se busca contribuir com o processo de redefinição do rol, as prioridades e estratégias das organizações envolvidas neste processo, apontando para que estas sejam sustentáveis em médio a longo prazo.

Saiba mais

Garantir Desenvolvimento Sustentável: o desafio das nações até 2030

A Abong lança Garantir Desenvolvimento Sustentável: o desafio das nações até 2030. Produzida com apoio da Fundação Friedrich Ebert (FES), a publicação traz uma síntese do processo de negociações intergovernamentais que definiram, no fim de setembro – durante a 70ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) -, os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), agenda que substituirá os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) a partir do próximo ano.

Saiba mais

Compartilhar Conhecimento: uma estratégia de fortalecimento das Organizações da Sociedade Civil

A última Assembleia da Abong definiu o fortalecimento da base associativa como prioridade máxima da gestão 2013 a 2016. Assim, a Associação se mobilizou para desenvolver ações estratégicas nesse sentido e o Projeto “Compartilhar Conhecimento: uma estratégia de fortalecimento das OSCs”, realizado com o patrocínio da Petrobras, foi a principal de todas. A presente publicação buscou reunir de forma sintética as informações mais relevantes sobre esse percurso que pudessem ser úteis para experiências futuras de outras Organizações da Sociedade Civil.

Saiba mais

Relatório Trienal Abong 2013-2016

Esta edição do Relatório Trienal da Abong traz um conteúdo analítico, que traça paralelos entre o trabalho realizado pela Associação e o ambiente político, econômico e social nos âmbitos nacional e internacional. O objetivo dessa publicação é demonstrar a ação e o papel das Organizações da Sociedade Civil que atuam pela defesa de direitos e bens comuns diante dos acontecimentos que têm relação direta com esse campo.

Saiba mais
  • 1
  • 2